CRÍTICA: ‘Beyond The Star’ traz a história do BTS de maneira respeitosa e emocionante

Uma das coisas que o BTS deixou para nós antes de se alistarem no serviço militar coreano foi a série documental ‘Beyond The Star’, disponível no Disney+ a partir do dia 20 de Dezembro. Contando com oito episódios no total, a série irá passar por toda a carreira do septeto coreano, desde o debut em 2013 até o estrelato de 2021/2022. Nós conseguimos acesso antecipado aos dois primeiros episódios e te contamos tudo!

A série como um todo deixou essa autora, uma ARMY de carteirinha, imensamente feliz e emocionada. A cronologia das cenas e também de escolha do que falar ou não, foi feita com o mais absoluto respeito pela história de dez anos que o BTS criou e pelo que eles ainda tem pela frente. Além do cuidado ao roteirizar os episódios, um dos grandes pontos positivos da série são as entrevistas com os membros do grupo: RM, Jin, SUGA, J-hope, Jimin, V e Jungkook dão suas versões das mais diversas formas e nos mais diferentes cenários. São os próprios cantores que contam sua própria história.

Começando o primeiro episódio com o lançamento do álbum ‘Map of the Soul : 7’, o anúncio e venda dos ingressos para a turnê mundial e logo em seguida as notícias da COVID-19, e a reação do grupo ao receber o comunicado do cancelamento dos shows. Além dos próprios membros dando suas opiniões e expondo seus pensamentos acerca dos dois anos que passaram confinados devido à pandemia. Ufa, foram cinco minutos que você vai da mais absoluta feliciade, para a mais profunda tristeza. Todos que acompanham o grupo sabem da importância desse álbum e a grandiosidade que a turnê teria, e é uma tristeza sem tamanho ver todos os planos caindo por água abaixo.

Depois desse banho de água fria, somos levados diretamente para 2013 com RM nos contando como foi o início do grupo. A época de trainee e como era difícil a vida numa empresa pequena em meio ao cenário do K-pop, ele é acompanhado por SUGA e J-hope, o trio formando o que seria o início do Bangtan Sonyeondan (nome completo do BTS). Depois, foram seguidos por Jin, Jungkook, V e Jimin e os sete adolescentes formaram o idol. A mente por trás disso tudo e atual CEO da HYBE, Bang Sihyuk, também deu entrevista sobre o processo de formação do septeto.

Todo o primeiro episódio é dedicado ao início do BTS e seu álbum debut ‘2 COOL 4 SKOOL’, junto com o single ‘No More Dream’. Além do campo musical, os trinta minutos também são dedicados a explorar e mostrar a relação dos membros entre si, que, posso dizer, é de família. Diversos vídeos e conteúdos de 2013 são expostos e mostram o quantos os membros se amam. E um desses conteúdos é um que é muito amado pelo fandom: o vlog com a cerimônia de entrada do Jungkook, o membro mais novo, no ensino médio. O primeiro episódio da ‘Beyond The Star’ nos relembra das raízes do BTS.

Já o segundo episódio é bom você ir preparado! Intitulado “Adolescência”, são mais trinta minutos de uma montanha russa de sentimentos: começamos com o lançamento do resto da School Trilogy (‘O!RUL8,2?’ e ‘Skool Luv Affair’) e as tentativas frustradas de ganhar um primeiro lugar em um Music Show (na época, o início do sucesso de um grupo) e a dificuldade financeiras que eles enfrentavam, junto com a empresa. Passamos também pelo grande sucesso de ‘I NEED U’ e a série ‘The Most Beautiful Moment in Life’ e o primeiro prêmio de Artista do Ano em uma das premiações de maior prestígio na Coreia.

E então, chegamos à uma das partes mais difíceis da carreira do BTS: os anos de 2017 e 2018. Os membros colocam esse período como um extremo cansaço e Jin chega até a dizer em estar experienciando um burnout naquela época onde eles já estavam trabalhando sem parar há 3/4 anos, fazendo turnês mundiais e gravando álbuns enquanto isso, mas, o ápice mesmo foi quando eles venceram o BBMA de ‘Top Social Artist’ e finalmente a indústria ocidental colocaram os olhos em cima dos sete homens coreanos. O debut na TV americana com a performance de ‘DNA’ no AMA só conseguiu adicionar ao estresse.

O septeto passou por esse período difícil em silêncio, sem deixar transparecer para os fãs de que algo estava errado e não foi antes do final de 2018, quando eles receberam o prêmio de Artista do Ano, que ficamos sabendo de que eles até mesmo tiveram conversas e consideraram acabar com o BTS depois daquele ano. Esse, também é um dos momentos de maior vulnerabilidade do grupo e que eles compartilharam com os fãs.

Não menos importante que isso, é claro, no episódio 2 de ‘Beyond The Star’ um assunto recorrente é a relação que o BTS criou com seus fãs, o ARMY. E é reconfortante saber que eles estavam de olho e sabiam sobre tudo que os fãs estavam sofrendo junto com eles, visto que são os milhões de seguidores que os defendem diariamente de ataques na internet e fazem sua música ser sucesso por onde passam.

Uma das cenas mais emocionantes é quando os membros contam sobre uma música especial: ‘2! 3!’, presente no álbum ‘Wings’, e que é dedicada exclusivamente ao ARMY. Ela se diferencia de outras músicas para fãs pois não é uma música de amor, e sim uma declaração de que não importa o que aconteça, estaremos juntos nessa. E de que é só contar até 3, e as coisas vão se resolver. Essa foi a primeira de muitas músicas que o BTS escreveu para o ARMY.

“Está tudo bem, conte até três e esqueça

Apague todas as memórias ruins, segure em minha mão e sorria

Está tudo bem, conte até três e esqueça

Apague todas as memórias ruins

Vamos segurar as mãos um do outro e sorrir

See Also

Mesmo assim, espero que tenham muitos dias bons no futuro

Se você acredita no que digo, conte até três

Se acredita, conte até três

Mesmo assim, espero que tenham muito mais dias bons

Se você acredita no que digo, conte até três

Se acredita, conte até três”

A série se destaca por prestar muito respeito e cuidado ao contar a história do BTS, mesclando as entrevistas dos membros com os conteúdos documentados de forma perfeita. E, sinceramente? De ARMY para ARMY: é um conforto necessário ao coração depois de vermos todos os membros se alistarem no exército. Os episódios estarão disponíveis no Disney+ semanalmente a partir do dia 20 de Dezembro, já anotem na agenda para não esquecerem!

© 2023 - FebreTeen.com.br.